back to top
Depois da apresentação do Da Pima, o LALA convidou-nos a ouvir a bokuagem do Mona, onde ele faz uma breve explicação do titulo do Album…  
Mona Dya Kid a ouvir a BOKUAGEM do seu album.
… a acompanhar a explicação do termo KAMU N´DONGO, palavra usada na lingua nacional Kimbundo para identificar as pessoas descendentes do antigo reino do N´DONGO

Os presentes tambem interessados em compreender o Album acompanharam a bokuagem com muita atenção…

Depois da bokuagem Mona abriu o primeiro bloco de Musicas com o Sintam o Kamu N´dongo, um convite para o pessoal consumir o album com atenção, seguido de Golpes e Propz, e Rangel. Por ser um dia de apresentação e Explicação de músicas, depois de dropar, o Mona explicou de forma resumida os temas apresentados, e a plateia como de custume teve direito a três perguntas… e assim completou-se o primeiro bloco!
                                                                                                                                                          
Como separadores entre os blocos de Mona Dya Kid, tivemos outros manos a apresentar as suas cenas, como foi o caso dos Alkonituz, que cumpriram a regra do evento que é dar uma breve explicação sobre a musica e reponder as perguntas da plateia, para podermos compreender melhor a mensagem de cada música…

A plateia esteve participativa e interessada em compreender cada musica apresentada…
Segundo bloco com dozagem, desenho e Capote ou Capotão… 

Afro Bantu, fez parte dos artistas que representaram nesta tarde, com o seu liricismo explicito e preocupação com o actual estado da nossa sociedade…
Plateia com mistas gerações …
Depois de Apresentar Rangel, a plateia perguntou ao Mona o que ele tem feito pelo seu Municipio, depois de citar os varios serviços comunitarios que tem feito acompanhado pelo seu grupo da igreja, como visitas a Hospitais, Cadeias e outros… Realçou que o grande contributo: é o exemplo de Vida e que levou-nos a concordar que se PRETENDERMOS TER UMA PROXIMA GERAÇÃO BEM COMPORTADA, É NECESSARIO TERMOS UMA ACTUAL GERAÇÃO EXEMPLAR…

Na plateia ( Crianças) membros do grupo de B-boys da 3.ª Divisão que nesta tarde tiveram uma exibição espectacular, com demostrações claras de que o espirito do HIP HOP mantem a energia no hip-hop! 

Com os pés na brasa, Kamesu demostrou ter cumprido as três fases da revolução citadas pela 3.ª Divisão no primeiro dia da U2H

Jang Nomada  na plateia…
Jang apresentou duas tracks que são sucessos na U2H, Entre os Milhares e Avante a Revolução foram explicados e os presentes foram unânimes em dizer que despensavam qualquer pergunta, mesmo porque as musicas foram explicitas…
… HIP HOP é vida e Vida não tem preço, se HIP HOP é vida então HIP HOP não tem preço…
…22 de 2 de 2002 a morte de alguem promoveu a paz pra nós, e esta Paz que hoje vivemos todos nós… Esta no rascunho e com bwede borrões…
…Não se esqueça D´aquela dica do Direito a Chá e Pão… Cada Angolano com direito a Chá e Pão, ( Não se esqueça de Habitação)…
E o Evento Babou assim…
Neste Evento contamos tambem com Spoken Word de C-Green, e a estreia do Braullio David na Universidade Hip Hop, houve tambem a exibição de B-Kids,,, Os videos brevemente no blog da Universidade…

leave a comment